Categorias
Saúde

Como está sua saúde mental? 5 cuidados para manter o controle

A saúde mental é um fator importante para o estado completo de bem-estar. Cuidar da mesma é essencial para viver com qualidade de vida.

Embora as discussões sobre saúde mental tenham progredido na ciência, ainda existe preconceito na forma de lidar com mentes adoecidas na sociedade.

O tabu relacionado ao assunto impõe um estigma negativo às doenças mentais, provocando medo e vergonha da repercussão que assumir a condição pode causar.

No entanto, o estigma impede que o problema seja discutido abertamente na sociedade, e acaba por dificultar ainda mais o avanço em direção à atenuação do problema. 

Em um país em que a saúde mental geral foi severamente afetada pela crise do coronavírus, cuidar da saúde mental individual é prioridade. Por isso, discuti-la é encontrar soluções para o problema contemporâneo.

A melhor rede de médicos, laboratórios e dentistas à sua disposição. Conheça a Veeva Saúde e garanta qualidade de vida.

O que é saúde mental?

A Organização Mundial da Saúde define saúde como “estado completo de bem-estar físico, mental e social e não apenas a mera ausência de doença ou enfermidade”

Sendo a saúde mental um fator para o estado completo de bem-estar, cuidar da mesma é  importante para que o indivíduo possa realizar suas tarefas diárias, viver em sociedade e participar ativamente dela, com qualidade de vida. 

No entanto, o bem-estar mental individual não é determinado apenas por fatores psicológicos, mas também sociais, econômicos e biológicos. 

Sendo assim, cuidar da mente envolve diversos campos individuais e coletivos, indo além da mera ausência de transtornos psicológicos.

A importância de cuidar da saúde mental

Diversos fatores podem colocar em risco a saúde mental. Problemas socioeconômicos, mudanças repentinas, ambientes estressantes de trabalho, exposição à violência, fatores químicos e genéticos podem influenciar na qualidade do bem-estar mental de um indivíduo.

Quando um desses desequilíbrios socioeconômicos, biológicos ou psicológicos incidem frequentemente na vida de alguém, eles podem causar o adoecimento da mente.

Estresse, ansiedade, luto, medo, dependência química e emocional, entre outros, são problemas frequentes de mentes adoecidas. Estas, além de se manifestarem fisicamente, acabam minando o desenvolvimento de atividades cotidianas do indivíduo e das pessoas ao seu redor.

Portanto, para que alguém possa gozar de plena qualidade de vida, de maneira saudável, é preciso cuidar da mente.

Quer ter acesso a consultas, médicos e exames de qualidade a preços acessíveis? Clique aqui e saiba como a Veeva Saúde pode te ajudar!

Hábitos para cuidar da saúde mental

Muitas vezes cuidar da saúde mental é um desafio. Alguns contextos são responsáveis por expor pessoas a acontecimentos desgastantes. Por isso, é preciso saber lidar com as emoções provocadas, a fim de manter o equilíbrio.

Ainda que recorrer à orientação profissional seja a melhor opção, há práticas que podem ser capazes de promover o bem-estar mental. Pensando nisso, a Veeva Saúde preparou 5 dicas para manter o controle. Confira.

Pratique exercícios físicos

Além de contribuir para a saúde física do corpo, manter-se ativo com a prática de atividades físicas pode comprovadamente combater sintomas de depressão, ansiedade e estresse, melhorando a qualidade da saúde mental de quem pratica.

Isso acontece porque a prática regular de exercícios físicos aumenta a produção de endorfina, hormônio responsável por gerar uma sensação de bem-estar no corpo. 

Tenha momentos de lazer e relaxamento

É importante não subestimar os momentos de descanso durante a semana, uma vez que são eles os responsáveis por proporcionar prazer e relaxamento ao corpo.

Manter o contato com família, amigos e pessoas próximas, fazer um passeio, assistir a um filme, ler um bom livro e outras atividades de lazer são importantes para equilibrar a rotina e intercalar com as responsabilidades.

Por isso, tire um tempo para realizar atividades que proporcionem prazer nos momentos de folga da rotina.

Preze por uma boa noite de sono

Dormir bem pode trazer muitos benefícios à saúde física e mental. Isso acontece porque o sono é o momento de restauração do organismo. 

Para repor energias, sintetizar proteínas, regular o metabolismo e reparar tecidos, o corpo precisa repousar, em média, oito horas por dia, sem interrupções. Assim, o organismo pode desempenhar suas funções corretamente no dia seguinte.

Além disso, um sono de qualidade e por tempo suficiente pode ajudar a reduzir o estresse, aumentar a concentração e melhorar o humor e a socialização, fatores importantes para preservar o bem-estar mental.

Desregulação em alguns hormônios, estresse, ansiedade ou até mesmo distúrbios respiratórios podem ser o motivo de você não estar dormindo bem. Clique aqui para ler nosso conteúdo e descobrir a causa da sua insônia.

Alimente-se bem

De um modo geral, a alimentação saudável é recomendada e vista como uma maneira de preservar a saúde física de um indivíduo. No entanto, estudos vêm demonstrando que a alimentação tem uma relação muito mais próxima com a saúde mental do que imaginava-se.

Sabemos que a deficiência de alguns nutrientes pode estar associada a efeitos nocivos à nossa mente. A falta de vitamina B12, por exemplo, está ligada a fadiga e letargia. Bem como a escassez de ácido fólico em adultos também pode predispô-los à depressão.

Mas, ainda que os estudos sejam recentes e mais complexos do que o apresentado neste conteúdo, observa-se que uma alimentação equilibrada pode diminuir os efeitos de transtornos psicológicos em alguns casos

A boa notícia é que não há recomendações extras ou dietas específicas para a mente. Portanto, o básico ainda funciona: na medida do possível, troque alimentos processados por alimentos frescos e mantenha uma dieta equilibrada, sem exageros

Quer ter um nutricionista esportivo à sua disposição para preparar uma dieta personalizada? Confira os benefícios dos associados Veeva!

Exercícios para a mente

Adquirir novas habilidades ou fazer exercícios que estimulam o cérebro melhoram a concentração e ajudam seu cérebro a funcionar melhor.

As famosas palavras-cruzadas e os aplicativos com passatempos analógicos são as referências mais famosas da chamada neuróbica, mas não são as únicas alternativas.

Aprender a tocar um instrumento, fazer contas no papel, escrever de trás pra frente, fazer coisas simples com a outra mão também podem ajudar seu cérebro a sair do automático e ajudar na cognição.

Portanto, ainda que não seja simples manter a saúde mental, é preciso cultivar o equilíbrio. Desequilíbrios emocionais facilitam o surgimento de doenças mentais, por isso, quando sentir necessidade, não hesite em procurar ajuda médica.

Procurando por qualidade de vida a preços acessíveis? Associe-se à Veeva Saúde! Inscreva-se clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *